Netanyahu não consegue mais pacificar Gaza com dinheiro do Catar e promessas vazias.

Artigo de Muhammad Shehadapublicado no Haaretz em 5 de maio. Tradução comentada e introdução inicial, por Ruben Rosenthal, do Chacoalhando2. As fotografias do artigo original foram substituídas. 

a60fb9878e8742d9a71ef1e50efec796_18.jpg

 Jovem palestino e o que restou de sua casa              agência Reuters

O bloqueio de Israel a Gaza já dura 12 anos e deixou a economia local devastada. Apenas no ano passado, cerca 35.000 palestinos emigraram, sendo a maior parte, jovens com boa educação, enquanto que médicos estão sendo impedidos de partir pelo Hamas.  As intenções e limitações dos principais atores de mais esta Catástrofe palestina são discutidas no artigo, em que o autor indica qual o único caminho que considera ainda viável para a superação do atual impasse, que transformou Gaza em uma gigantesca prisão a céu aberto.

 

ff19fac6f8054213bc2665e2c42d714f_18.jpg

Bombardeio de Gaza por Israel          agência Reuters

 

As propinas de Israel (através de dinheiro do Catar) não estão mais funcionando, e o Hamas não está conseguindo evitar que a Jihad Islâmica imploda o status quo. O “plano de paz” Kushner/Trump (para a Palestina) é baseado também neste mesmo raciocínio falho, e pode trazer resultados ainda mais desastrosos.   Continue lendo “Netanyahu não consegue mais pacificar Gaza com dinheiro do Catar e promessas vazias.”